Blog Mercadão Maringá

22
maio-2018
Casa da Mãe Joana e Armazém Português faturam pódio no Festival Gastronômico Sabores da Terra de Maringá
22/05/2018

A 1ª edição do Festival Gastronômico Sabores da Terra aconteceu entre os dias 16 e 30 de abril, em Maringá. Ao todo, 24 restaurantes participaram da ação, que tinha como objetivo a reinterpretação de receitas típicas e a celebração das raízes locais.

O projeto é uma realização da Secretaria de Inovação e Desenvolvimento Econômico (Seide), por meio da Diretoria de Turismo, e da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel). O projeto integrou a programação da Semana Municipal do Turismo de Maringá.

Para criar interação com o público, os clientes que percorreram os restaurantes participantes do evento puderam avaliar cada prato, respondendo a seguinte pergunta: de 0 a 10, qual nota você dá para esse prato? Cada votante concorreu a um voucher de R$ 200 para utilizar no restaurante vencedor. A felizarda do sorteio foi Beatriz Cartolo, cliente número 105 do Festival.  

Casa da Mãe Joana

O primeiro lugar do Festival Gastronômico Sabores da Terra ficou para o Croquete de Costela, do restaurante Casa da Mãe Joana. Lucas Ogawa, sócio proprietário do estabelecimento, conta que o trabalho, para o desenvolvimento do prato, envolveu alguns de seus colaboradores. “Buscamos entender o conceito do festival e trazer uma combinação de sabores. Por isso, trouxemos ingredientes da nossa região, como o milho e o café, mas nada melhor para acompanhar do que uma costela”, diz. Ele reitera que a Casa da Mãe Joana “sempre busca trazer pratos com combinações de sabores”.

Lucas afirma que a intenção é incorporar o prato ao cardápio do restaurante, “porém ele sofrerá algumas modificações”. O preço ainda não foi definido.

Armazém Português

Mas os louros do Festival não param por aí. O Armazém Português, que também tem espaço cativo no Mercadão de Maringá, ficou com o terceiro lugar. O prato? Risoto de bacalhau com alho poró.

A receita é feita com arroz arbóreo com caldo de legumes, bacalhau em lascas Gadus Morhua, alho poró e queijo parmesão.

Bruno Campos, sócio proprietário do estabelecimento, explica que o prato é recente, cerca de um ano, no cardápio da casa. “Escolhemos uma receita simples, como a cozinha portuguesa é, mas muito saborosa, que tem como diferencial o uso de ingredientes de alta qualidade. Pensamos também em deixar de seguir a tendência do lombo assado, que é um dos carros chefes do Armazém Português”.

Bruno conta que não estavam esperando pelo pódio. “Foi uma surpresa, mesmo que o prato já tivesse uma boa aceitação entre nossos clientes. O terceiro lugar é uma grande vitória para nós”, afirma.

Em segundo lugar ficou o restaurante Habanero, com o prato massa fresca com ragu de filé mignon. Os três primeiros lugares receberam troféus. O festival também conta com o apoio do Instituto Cultural Ingá (ICI), Maringá CVB, Sebrae, ACIM e Empreender.